5 fatores que podem levar uma agência de viagens à falência



Manter uma agência de viagens não é uma tarefa fácil. 

Mesmo oferecendo um ótimo serviço, existe a possibilidade da sua agência quebrar. 

A questão é que são vários os fatores que colaboram com o sucesso, e quando algum deles falha, isso pode causar prejuízos e levar o seu negócio a crise.


Gostaríamos de compartilhar 5 fatores que podem levar a sua agência à FALÊNCIA:

  1. Não estudar o mercado antes de abrir a Agência

  2. Ficar sem dinheiro

  3. Não atender as necessidades dos clientes

  4. Recusar um bom Marketing

  5. Não investir em soluções que automatizem e padronizem a sua GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA.



Vamos lá?



1. Não estudar o mercado antes de abrir a Agência



Este é um dos primeiros erros que podem levar uma agência a falência.

Muitos empreendedores de turismo pensam que só porque oferecem serviços para destinos que estão em alta, vão ter sucesso nos negócios.


Sem dúvidas este objetivo é o mais importante, mas não é o único e nem sempre é o mais relevante.


A concorrência no mercado de Agências é muito grande, isso quer dizer que você não é o único vendendo aquele destino ou pacote. Existem muito concorrentes.

Para dar certo, é preciso se diferenciar, o que exige bastante análise de mercado, pois é essencial conhecer a concorrência e saber aonde aplicar a ação. 


O que os clientes precisam que os meus concorrentes e eu não estamos oferecendo?

É preciso analisar onde vender e pra quem vender, e isso exige muita pesquisa. As decisões não podem ser baseadas em achismo.


Também é preciso ter uma visão realista do mercado, considerando todos os problemas possíveis para não ter surpresas.




2. Ficar sem dinheiro


Se a sua agência está sem dinheiro em caixa, isso significa que a quebra é inevitável.


Todos os demais fatores que podem levar a sua agência à falência podem causar também os problemas financeiros, mas não é regra, ainda mais se a sua agência separar uma reserva.


Alguns empreendedores recorrem aos bancos com as linhas de créditos. Mas isso acaba aumentando mais ainda as dívidas com os juros das parcelas. 


Pense bem antes de pegar um empréstimo para sanar as dívidas!

Porém, se a sua agência fizer o planejamento financeiro adequado, é possível ter as contas sob o controle e evitar as surpresas, já que você estará preparado para tudo que acontecer.




3. Não atender as necessidades dos clientes


Para atender as necessidades do cliente, é preciso conhece-lo.


Não basta saber somente o gênero ou idade, também é necessário saber sobre a sua remuneração, grau de instrução, do que ele mais gosta, o que ele faz nas horas vagas, pra onde ele gostaria de viajar, onde mora e etc.


Somente desta forma você irá conseguir se aproximar dos consumidores em potencial para então oferecer o seu produto. Muitas agências de viagens iniciam um negócio acreditando que os principais consumidores do seu produto são um determinado público, e depois acabam descobrindo que são outros tipos de clientes.


Entender quem é o seu público-alvo, irá ajudá-lo a entender se o seu modelo de venda é o melhor.



4. Recusar um bom marketing

Você já deve ter ouvido a frase “A propaganda é a alma do negócio”. Essa frase serve como uma luva quando se fala na comercialização de serviços ou produtos. Bom, se você não investir em marketing, como os clientes irão saber da existência da sua agência?


Conquistar os clientes na base do boca a boca nem sempre será o suficiente.

É preciso criar campanhas de marketing com as ações que gerem o efeito desejado. Você pode começar com as redes sociais, folders, panfletos, anúncios em mídias digitais (Google Ads, Facebook Ads e Instagram Ads) e um bom Site.


O site é o principal meio de comunicação de uma agência. Ele representa a sua empresa na internet.

Muitas agências já utilizam o WhatsApp para atender as demandas e responder as dúvidas dos clientes. Independente de qual for o meio de comunicação, não deixe fazer o “chama cliente”. Faça diariamente. 


Lembre-se: “quem não é visto, não é lembrado”.



5. Não investir em soluções que automatizem e padronizem a sua gestão administrativa e financeira


Quando não se investe nas ferramentas adequadas, sua agência também pode ficar para trás. Ainda mais quando esse investimento se traduz em maior eficiência. Existem diferentes maneiras de investir em ferramentas adequadas, como em soluções que podem otimizar a gestão da agência.


A venda do aéreo e do hotel são feita por qual fornecedor? Fornecedores podem ser companhias aéreas, brokers de hotéis, operadoras de turismo, consolidadores, etc.


Quando a venda é realizada nas plataformas desses fornecedores, você precisa gerenciar as mesmas. De que forma você gerencia?


Não é novidade que a maioria das agências e empresas utilizam planilhas de Excel para gerenciar as vendas e a gestão da agência.


É interessante a agência utilizar uma solução que otimiza a rotina administrativa e financeira, além de informatizar os dados interligados entre os setores da empresa e automatizar os processos.


Dessa forma, é possível realizar as atividades cotidianas de maneira mais ágil sem perder a qualidade.


Você precisa de uma solução para gerenciar suas vendas e contas da sua agência.

210 visualizações